fbpx
Pesäpallo

Pesäpallo

Partida feminina de pesäpallo: o técnico sinaliza as jogadas com aquele catavento colorido.

Por anos, Mika Hakkinen, Kimi Raikkonen, Jari Litmanen e Jarkko Nieminen – entre outros – foram os principais carregadores da bandeira finlandesa no cenário mundial. Mas mesmo vencendo mundiais de Fórmula 1, carregando uma seleção inteira nas costas e figurando por mais de uma década entre os melhores tenistas do mundo, nenhum deles conseguiu destronar como principal esporte daquele país nórdico, conhecido por suas bandas de metal e sua alta qualidade de vida um jogo pouco conhecido fora da Europa: o Pesäpallo.

Inventado por Lauri Pihkala na década de 1920, o Pesäpallo mescla inspirações dos jogos de taco norte-americanos, como o baseball e o softball, para criar seu próprio conjunto de regras exóticas, diferentes e únicas, como por exemplo a quantidade de jogadores em campo: são doze no ataque e apenas nove na defesa – o que o caracteriza como um dos poucos esportes que diferencia a quantidade de atletas em cada time para cada “fase” da partida.

Com uma estrutura bastante similar ao baseball e a outros esportes mais alternativos, como o brännboll, o rounders e o lapta, o Pesäpallo (em tradução literal, seu nome é algo como “bola no ninho”) é, além de esporte nacional da Finlândia, praticado na vizinha Suécia e em alguns países europeus, como a Alemanha e a Suíça, além de nações com grande população escandinava, como a Austrália e uma região ao norte de Ottawa, no Canadá.

Seu objetivo, tal qual em sua inspiração mais famosa (e rica!), é marcar mais corridas que o adversário, com seus rebatedores correndo pelas três bases até chegar ao home plate enquanto a defesa tenta conseguir eliminações. Ao contrário do baseball, no entanto, o arremesso é feito verticalmente, facilitando a ação dos rebatedores, o que garante mais velocidade, variedade e, principalmente, estratégia ao esporte – uma vez que a defesa, para maximizar sua eficiência, precisa antecipar os movimentos do time de ataque.

A seleção finlandesa é praticamente imbatível, tendo vencido todos os mundiais até hoje

 

Mais popular nas áreas rurais da Finlândia do que nos grandes centros do país, o principal campeonato do Pesapällo é o Superpesis, primeira divisão do esporte que conta com 14 equipes masculinas e 12 femininas e um sistema de hierarquia que prevê rebaixamentos a ligas menores e está na ativa desde 1922. Além disso, existe a Copa do Mundo da modalidade, que teve sua primeira edição em 1992 e já foi realizada a cada cinco anos (entre a primeira edição e 1997), depois a cada três (entre 1997 e 2012) e agora será bienal, com o próximo torneio programado para 2017, em Turku, na Finlândia. E o domínio dos nórdicos é claro: em oito edições, os finlandeses faturaram todas, em todas as modalidades (masculino, feminino e misto).

Regras gerais:

Quantos jogam? Nove atletas na defesa e doze no ataque

Quem joga? Homens e mulheres, em modalidades distintas e mistas

Com o que se joga? Uma bola amarela, que tem entre 21.6 e 22.2 centímetros de diâmetro e peso que vai de 95 (infantil) a 160 gramas (masculino)

Onde se joga? Em um campo com 92 metros de comprimento e 42 metros de largura, com uma faixa externa de grama de 10 metros de largura. As bases são dispostas em ziguezague, com distância progressiva entre as bases que soma um total de 126 metros. O campo feminino é 10% menor.

Marcando pontos: O objetivo é colocar a bola em jogo e percorrer as quatro bases (as três mais o homeplate) para anotar corridas. O arremessador lança a bola verticalmente, e o rebatedor deve acertá-la antes de ser eliminado. As eliminações acontecem a cada três strikes. Os strikes acontecem quando o rebatedor erra a rebatida ou não vai para o swing em uma bola válida. Cada turno de ataque acaba após três eliminações.

O campo de Pesäpallo

 

Principais competições:

Superpesis (campeonato finlandês)

Último campeão masculino: Sotkamon Jimy (2015)

Último campeão feminino: Lapuan Virkiä (2015)

Copa do Mundo de Pesapällo

Último campeão masculino: Finlândia (2015)

Maior campeão masculino: Finlândia (8 títulos)

Último campeão feminino: Finlândia (2012)

Maior campeão feminino: Finlândia (6 títulos)

Último campeão misto: Finlândia (2015)

 Maior campeão misto: Finlândia (7 títulos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *